O Internacional venceu o São Paulo por 1 a 0 na noite desta quarta-feira(24), no Morumbi, em partida antecipada da 12ª rodada do Brasileirão. Leandro Damião marcou aos 13min da etapa inicial o gol que garantiu a quarta vitória seguida no campeonato e a liderança provisória.

Invicto atuando como visitante, o time colorado isolou-se no primeiro lugar, com 18 pontos, mas tem uma partida a mais que a maioria dos adversários. No próximo domingo, o Campeão de Tudo enfrenta o Náutico, no Recife.

Novidades no time

Recuperado de lesão, Leandro Damião começou o jogo ao lado de Forlán no ataque após 80 dias de afastamento dos gramados. No meio-campo, Jorge Henrique ganhou a vaga de Fabrício, que iniciou entre os reservas. Ronaldo Alves atuou no lugar de Índio, que permaneceu em Porto Alegre realizando trabalho especial para tratar de dores musculares. Ednei foi o substituto de Gabriel, lesionado, na lateral direita.

Frio, chuva e adversário em crise

O Inter encarou um panorama peculiar no Morumbi. O tempo chuvoso, com temperatura na casa dos 6°C – neste que foi o dia mais frio em 52 anos na capital paulista –, somado à 
sequência negativa de resultados do São Paulo, acabou afastando a torcida tricolor do estádio – pouco mais de 6,7 mil torcedores compareceram.

Porém, o time da casa procurou ignorar todas as adversidades e lançou-se ao ataque desde os primeiros movimentos da partida. Logo aos 2min, Muriel fez grande defesa, evitando que o chute cruzado de Douglas, desferido do interior da área, entrasse no gol.

Damigol voltou!

Retraído em campo, o Colorado apenas se defendia, mas em um eficiente contra-ataque mudou o curso do jogo. Aos 13min, Jorge Henrique, de grande atuação, escapou em velocidade pelo meio e fez excelente passe para Leandro Damião, na ponta-esquerda. O atacante livrou-se da marcação, puxou para o meio e chutou com qualidade para abrir o placar. A bola entrou no cantinho direito, raspando a trave, e Rogério Ceni ficou apenas olhando.

Foi o 86º gol de Damião em 151 jogos com a camisa do Campeão de Tudo. Para matar a saudade da torcida colorada, o artilheiro simulou um bigode no rosto na comemoração, na tradicional homenagem ao seu pai Natalício.

Inter toma conta do jogo

O gol deu ânimo ao Inter, que por pouco não ampliou aos 18min. Após cobrança fechada de escanteio, Jorge Henrique cabeceou para defesa com os pés de Rogério Ceni. Aos 23min, Kleber cruzou rasteiro, a zaga cortou para trás e obrigou o goleiro tricolor a espalmar a bola para escanteio. Logo depois, Willians soltou uma paulada da entrada da área e a bola estourou na trave direita antes de sair pela linha de fundo. Aos 27min, Forlán recebeu grande passe no interior da área, ficou de frente para o gol mas acabou chutando por cima, desperdiçando grande chance. Que pressão!

Impondo uma forte marcação e tocando a bola com inteligência, o Inter dificultava a aproximação ofensiva do São Paulo, que chegava de forma esporádica, como aos 36min, em chute de Denílson que saiu à esquerda de Muriel. Aos 40min, D'Alessandro passou por Paulo Miranda com dribles desconcertantes e cruzou para a área, onde Damião apareceu para concluir perigosamente de cabeça sobre o travessão. Aos 42min, D'Ale pegou sobra nas proximidades da meia-lua e chutou cruzado para fora.

São Paulo tenta, mas Inter garante vitória

Como era de se esperar, o São Paulo voltou para a etapa final disposto a pressionar em busca do gol. Também fez uma alteração no time, colocando Aloísio na vaga de Osvaldo. E logo na sua primeira jogada, a 1min30seg, Aloísio desviou de cabeça por cima do gol colorado. Aos 5min, Jadson recebeu passe livre na área, passou por Muriel e chutou para fora. Que perigo!

Por outro lado, o contra-ataque seguia sendo um bom negócio para o Inter. Aos 11min, após excelente troca de passes, a bola sobrou para Josimar na área, mas o volante acabou concluindo para fora. Aos 18min, Aloísio quase igualou o placar, em cabeceio que passou muito próximo ao ângulo esquerdo. Aos 24min, Aloísio, novamente, invadiu a área, mas Muriel saiu bem do gol e abafou a finalização do atacante. Aos 26min, Ademilson, que havia entrado no lugar de Luis Fabiano, fez boa jogada, mas o chute ganhou muita elevação.

Para dar gás novo à equipe, Dunga promoveu as entradas de Fabrício e Caio nos lugares de Ednei e Damião. Mais tarde, Alan Patrick foi para o jogo na vaga de Forlán e fez a sua estreia pelo Inter. Com as alterações, Jorge Henrique passou a atuar como lateral-direito.

Enquanto isso, o São Paulo seguia ameaçando. Aos 32min, Paulo Miranda cabeceou e a bola raspou o travessão. Aos 38min, Rogério Ceni alçou para a área em cobrança de falta mas ninguém conseguiu o desvio para o gol.

Nos minutos finais, o Inter se fechou bem e garantiu a quarta vitória seguida no Brasileirão que o deixa no topo da tabela de classificação! Felizes da vida, os torcedores colorados entoavam cânticos nas arquibancadas comemorando o feito. Como recompensa, receberam a saudação dos jogadores na saída de campo.

"É importante ganhar. As coisas ficam mais tranquilas", disse Forlán.

"Estamos aprendendo a jogar fora de casa. Fomos bem novamente. É só confiar na gente. D aporta para fora podem falar o que quiser. Estamos fechados. Vamos continuar com esta humildade", avaliou o capitão D'Alessandro.

"Campeonato Brasileiro tem que jogar cada jogo como se fosse uma decisão. Estamos fazendo um trabalho de equipe. Os jogadores têm se dedicado muito e tudo que está acontecendo é por merecimento. Temos que manter esta mesma postura", afirmou o técnico Dunga.

"Estamos mostrando um padrão de jogo, uma forma de jogar muito consistente", destacou o diretor de futebol Marcelo Medeiros.

Ficha técnica:

São Paulo (0): Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Rafael Toloi e Paulo Miranda; Rodrigo Caio, Denilson, Jadson e Paulo Henrique Ganso (Maycon); Osvaldo (Aloísio) e Luis Fabiano (Ademilson). Técnico: Paulo Autuori.

Internacional (1): Muriel; Ednei (Fabrício, aos 28min do 2º tempo), Ronaldo Alves, Juan e Kleber; Willians, Josimar, Jorge Henrique e D'Alessandro; Forlán (Alan Patrick, aos 35min do 2º tempo) e Leandro Damião (Caio, aos 30min do 2º tempo). Técnico: Dunga.

Gol: Leandro Damião (I), aos 13 minutos do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Ednei, Juan, Fabrício e D'Alessandro (I); Douglas, Rodrigo Caio (S).

Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro (G), auxiliado por Cristhians Passos Sorence (GO) e Marrubson Melo Freitas (DF).

Local: Estádio Morumbi, São Paulo.

Fonte: www.internacional.com.br 

Créditos destaque: Alexandre Lops (site oficial do Inter)