A Câmara de Gravataí realizou, nessa terça-feira (3), Reunião Solene para homenagear os 100 anos do escotismo no Rio Grande do Sul. Proposta pelo vereador Tanrac, a reunião foi aprovada por unanimidade dos vereadores. Além dos vereadores integrantes da Mesa Diretora do Legislativo (presidente, Nadir Rocha, vice-presidente, Roberto Andrade, 1° secretário, Evandro Soares, 2ª secretária, Maribel Wagner), a solenidade contou com a participação do chefe do Grupo Escoteiro Anita Garibaldi, Norberto Laudemir Figueiredo, do diretor técnico do Grupo Escoteiro Murialdo, Evandro Zini Cherubini, e do secretário municipal de Esporte e Lazer, Luciano Oliveira, representando o prefeito municipal.

O escotismo, fundado por Lorde Robert Stephenson Smyth Baden-Powell, em 1907, é um movimento mundial, educacional, voluntariado, apartidário e sem fins lucrativos. A sua proposta é o desenvolvimento do jovem, por meio de um sistema de valores que prioriza a honra, baseado na promessa e na Lei escoteira, e através da prática do trabalho em equipe e da vida ao ar livre, fazer com que o jovem assuma seu próprio crescimento, tornando-se um exemplo de fraternidade, lealdade, altruísmo, responsabilidade, respeito e disciplina.

Considerado o maior movimento organizado de educação não-formal, o escotismo está presente em 216 países e territórios, com um total de 28 milhões de filiados, havendo apenas seis países sem escotismo. Já passaram pelo movimento escoteiro mais de 300 milhões de jovens desde a sua criação na Inglaterra. Em 2007, foi realizado o Jamboree Mundial do Centenário na Inglaterra, com a participação de 42 mil pessoas em mais de 120 países.

Quando Baden-Powell idealizou a Lei Escoteira, decidiu não estabelecer leis proibitivas, mas conceitos para formação de pessoas benévolas, para que, desta forma, o jovem escoteiro tivesse onde se espelhar e pudesse se orientar: honra, integridade, lealdade, presteza, amizade, cortesia, respeito e proteção da natureza, responsabilidade, disciplina, coragem, ânimo, bom-senso, respeito pela propriedade e autoconfiança.

No Brasil, o Escotismo foi fundado em 1910, na cidade do Rio de Janeiro. Em 1913 estes valores chegaram ao Rio Grande do Sul e, em Gravataí, o movimento teve início em novembro de 1964, quando o professor Nicolau Chiavaro Neto formou a primeira patrulha, dando início aos trabalhos do primeiro grupo de escoteiros do município, o Grupo Escoteiro Murialdo.

Fonte: CMV/Gravataí

Créditos destaque: CMV/Gravataí