Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira (15/07), o Ministério Público de Santa Maria informou que vai ingressar com uma Ação Civil Pública pedindo a condenação de quatro oficiais do Corpo de Bombeiros por improbidade administrativa. Esta ação é resultante do inquérito instaurado para apurar irregularidades na expedição de alvarás da boate Kiss.

Após a conclusão do inquérito policial, em março, a Polícia Civil havia sugerido o nome de nove agentes públicos a serem investigados. Seis eram funcionários da prefeitura, incluindo o prefeito, Cezar Schirmer, e apenas três eram militares do Corpo de Bombeiros.

Por entender que as falhas administrativas ocorridas em procedimentos da prefeitura não configuram crime, o MP não responsabilizou nenhum representante do município.

Fonte: Zero Hora

Créditos Destaque: Reprodução/ Site do Ministério Público RS