Moradores de um condomínio na Rua Papa João XXIII, 603, em frente à Corsan, passaram boa parte da madrugada da última terça-feira (08/11) em claro, depois de um furto que resultou na descoberta de um ponto de depósito de crack.

Segundo informações da Brigada Militar, Alex Sandro de Quadros Lopes, 32 anos, era foragido e foi acusado de um furto em um apartamento no segundo andar. Ele colocou uma televisão de LCD e um video-game dentro de um saco de transportar ternos e, acuado, ingressou em um apartamento vizinho. Quando tentava pular uma janela foi flagrado pelo vigia do prédio.

A Brigada Militar fez uma vistoria no apartamento de Ana Cristina de Lima Barbosa, 32 anos, e se deparou com mais de duas mil pedras de crack já prontas para serem embaladas e comercializadas. Ela foi presa em flagrante acusada de tráfico de drogas. Segundo vizinhos, Alex frequentava seguidamente o condomínio. No apartamento de Cristina foram encontrados aparelhos celulares, cerca de R$ 300,00 em dinheiro, uma balança de precisão e até um colete à prova de balas.

Fonte: Clic Tribuna

Créditos Destaque: Diego Granado / Clic Tribuna