O dia 2 de abril é o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Para marcar a data e auxiliar na conscientização e na informação sobre a questão, a Câmara de Vereadores de Gravataí lançou mais uma edição da Cartilha do Autismo, com dois mil exemplares para serem distribuídos à população. O presidente do legislativo, vereador Evandro Soares (DEM), representou a Câmara de Vereadores nos eventos oficiais que destacaram a data em Gravataí.  O azul é a cor símbolo do dia de Conscientização do Autismo e o prédio do legislativo municipal estará iluminado em azul nesta noite de quarta-feira. 

Em Gravataí, o Dia Municipal da Conscientização do Autismo foi criado pela Lei 3303, de 2013, de autoria da vereadora Maribel Wagner (PCdoB). "O objetivo é tornar público para toda a sociedade o conhecimento sobre os sintomas, tratamento e inclusão social dos portadores de espectro autista", explica a vereadora.  

A rede escolar municipal de Gravataí conta com 119 estudantes com Autismo matriculados na rede regular de ensino do Município. No turno inverso esses alunos recebem o atendimento complementar através das Salas de Recurso, que conta com professoras capacitadas para o desenvolvimento de atividades especiais sobre o TEA.  

O autismo é uma disfunção global do desenvolvimento. É uma alteração que afeta a capacidade de comunicação do indivíduo, de socialização e de comportamento. O grau de comprometimento é de intensidade variável e o diagnóstico é essencialmente clínico. Não existe padrão que possa ser utilizado como tratamento, cada paciente exige acompanhamento individual, de acordo com suas necessidades e deficiências.

O Dia Internacional da Conscientização do Autismo foi instituído em 2007 pela Organização das Nações Unidas, a ONU, pedindo mais atenção ao transtorno do espectro autista (nome "oficial" do autismo), cuja incidência em crianças é mais comum e maior do que a soma dos casos de AIDS, câncer e diabetes juntos. No Brasil estima-se a existência de 2 milhões de autistas, sendo mais da metade ainda sem diagnóstico.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa – Câmara de Vereadores de Gravataí