Ontem os jogadores da Seleção Brasileira se reuniram na sua moderna casa de concentração, a Granja Comary, em Teresópolis. Vindos do Rio de Janeiro, eles chegaram por volta de meio-dia, no horário do almoço que consta na programação diária traçada pela comissão técnica.

No hall da concentração, os jogadores tiveram a recepção de Felipão e de todos os integrantes da comissão técnica. O treinador fez questão de cumprimentar carinhosamente cada um dos convocados

O ambiente, como era esperado, era de euforia e motivação, com os jogadores demonstrando a felicidade de disputar a Copa do Mundo – para a maioria deles, a primeira na carreira.

Logo em seguida alguns jogadores iniciam os exames médicos, uma parte no departamento médico da concentração e outra parte no departamento médico anexo aos vestiários.

Fonte: CBF

Protestos:

A chegada à concentração não foi fácil, ainda na saída do Aeroporto Internacional Tom Jobim, cerca de 150 professores da rede pública fluminense e aproximadamente 15 membros do grupo que foi despejado da ocupação na Favela da Telerj semanas atrás, uniram-se em protesto. Pouco depois os manifestantes seguiram para o hotel, perto dali, para onde os jogadores estavam sendo levados.

A manifestação foi pacífica mas com faixas pedindo investimentos em educação e aos gritos de "Pode acreditar, educador vale mais do que o Neymar!".

Fonte: BBC

Crédito destaque: Divulgação CBF