Sertões é o maior rally das Américas. Foto: Divulgação

O maior rally das Américas, Sertões, teve sua 27ª edição entre 24 de agosto e primeiro de setembro, com etapas em Aquiraz (Ceará), Costa Rica (Mato Grosso do Sul), Barra do Garças (Mato Grosso), São Miguel do Araguaia (Goiás), Porto Nacional e São Félix do Tocantins (Tocantins), Corrente e Bom Jesus (Piauí), além de Crateús (Ceará). Alguns gravataienses participaram da competição.

Equipe liderada por Jeteni Boeira. Foto: Arquivo Pessoal

Fora de competições como piloto ou navegador, Jeteni Boeira passou a utilizar sua vasta experiência em disputas em rallys de regularidade e velocidade como chefe de equipe. Este ano, ele assumiu a função no Sfichips Rally Team II, que participou dos Sertões na categoria UTV Super Production. Nesta edição, a meta inicial era conquistar boas classificações nas cinco primeiras etapas, o que garantiria pontuação para a manutenção da liderança no Campeonato Brasileiro de Rally Cross Crountry e, consequentemente, o título, que está muito próximo. O time foi bem até a quinta etapa do Sertões. Na sexta etapa, um problema com o veículo os tirou da prova, fazendo com que ficassem em 39º lugar no ranking geral UTV e 8º na categoria Super Production.

A equipe está focada agora na última etapa do Campeonato Gaúcho Rally Regularidade 4×4, que terá sua quarta prova entre os dias 18 e 19 de outubro, em Tramandaí; no Campeonato Catarinense e na Copa Trancos e Barrancos, competições que lideram na categoria UTV. E para fechar o ano com chave de ouro, preparam-se também para o Brasileiro de Cross Country, que terá sua última prova no dia oito de dezembro, em local a ser definido no Rio Grande do Sul.

Lugar no pódio

Gustavo e Tiago celebram a vitória. Foto: Aline Ben

Em sua quarta participação no evento, Tiago Poisl comemorou o primeiro lugar da categoria Master do Rally Regularidade. Thiago Silva também subiu ao pódio, ficando na quarta colocação nessa modalidade. Eles representaram as equipes GS Racing e Trancos & Barrancos. “O Sertões, com certeza, é a meta de qualquer piloto ou navegador off-road. Só participar é único, pois é o segundo maior rally do mundo, ganhar então é imensurável. Ficar olhando para este troféu é impagável”, garante o campeão. Tiago competiu ao lado do piloto Gustavo Schmidt, de São José, Santa Catarina.

Para o outro gravataiense, a participação também foi inesquecível. Em sua estreia no Sertões, Thiago já festejou o excelente resultado junto ao piloto Milton Dresch, de Estrela. “É uma competição que põe à prova os melhores e mais preparados competidores do Brasil. São oito dias de competição, muitas variáveis de terreno, um dia terra vermelha; outro, pedra ou areia. Cada dia um estilo diferente de prova, com muitos laços, longas retas, muita poeira, canavial, cerrado, caatinga, ruas escondidas, enfim, é sem dúvida a competição off-road mais difícil do país”.

*Com informações da assessoria Comunicação 4×4