A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou, na última terça-feira (20/09), a compra da Webjet pela Gol. Este é o primeiro passo para que a empresa aérea assuma o controle total da concorrente.

A decisão autoriza a mudança societária da Webjet, de modo que a compradora passe a administrá-la financeiramente. As operações das duas empresas, porém, continuam separadas. Isso significa que a Gol não pode ainda usar os slots (horários e espaços para pousos e decolagens nos aeroportos) da Webjet nem se desfazer da marca.

Para unir as operações e conseguir usar os slots, é preciso fazer um novo pedido de avaliação técnica à Anac. Além disso, o negócio precisa ser julgado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que pode barrá-lo caso avalie que traz prejuízo à concorrência.

A compra foi anunciada no início de julho, em um negócio de R$ 96 milhões.

Fonte: Zero Hora

Créditos Destaque: agenciat1.com.br