Os americanos vão às urnas nesta terça-feira (06/11) para escolher o novo presidente do país. As últimas pesquisas apontam empate técnico entre o democrata, Barack Obama, e o republicano, Mitt Romney. Ambos aparecem com 49% das intenções de voto.

Porém, a eleição nos Estados Unidos é indireta e o que importa é o resultado em cada estado. Ao votarem em um candidato, a população na verdade está escolhendo um colégio eleitoral dentro do seu estado, composto por delegados. Serão estes delegados que irão eleger o presidente.

Em todo o país, o colégio eleitoral reúne 538 delegados, de 50 estados e do distrito de Columbia, onde fica a capital Washington. A distribuição é feita com base no censo populacional. Para vencer a disputa, o candidato precisa ter o voto de 270 delegados no país.

Nos Estados Unidos também é permitido o voto antecipado, pois o dia da eleição não é feriado no país. Cerca de 31 milhões de eleitores já votaram, incluindo o candidato democrata.

A apuração começa logo após o fechamento dos locais de votação, mas deve ser um processo lento devido ao sistema manual e às diferenças de horário dentro do país.

Fonte: G1

Créditos destaque: Arte Revista Evidência