Na noite da última terça-feira (27/09), ocorreu a pré-estreia da peça teatral “Será que vai ser sempre assim? Uma história sobre o bullying”, no Teatro Sesc Vale do Gravataí, tendo como plateia, os alunos do projeto Educação para Jovens e Adultos (EJA) do município. A encenação, com texto de Anne Minuzzo e direção de Flávio Vidaurre e de Vanessa Greff, é uma realização da Cia de Atores Independentes, da Prefeitura, através da Secretaria de Educação e da Fundação Municipal de Arte e Cultura, e conta com o apoio do Sesc. Serão realizadas mais 10 apresentações gratuitas do espetáculo, nove delas em escolas da rede municipal, com datas a serem divulgadas posteriormente. A estreia oficial acontece no dia 6 de outubro, na Praça Borges de Medeiros, às 14h, durante a Feira do Livro de Gravataí. O cenário é móvel, próprio para ambientes externos.

A história – encomendada pela SMED – se passa em uma escola onde um aluno novo sofre bullyng praticado por dois colegas. O menino se apaixona por uma menina que também se vê vítima de preconceito racial. A dramatização é uma reflexão sobre a violência que sempre gera violência e mostra as possíveis causas do bullyng, um tema de extrema complexidade, por se expressar das mais diversas formas, explícitas ou não, e acarretar prejuízos físicos e psicológicos. O teatro é capaz de integrar ações lúdicas que evidenciam os casos mais corriqueiros desse tipo de atitude, a fim de trazê-los à tona. O resultado esperado é a diminuição dos casos de violência exatamente pela consciência deles existirem.
 

Ficha técnica:

Texto de Anne Minuzzo
Direção: Flávio Vidaurre e Vanessa Greff
Cenografia: Flávio Vidaurre
Cenotécnica: Wagner Padilha e Dealyson Veiga
Designer gráfico e desenhos: Dealyson Veiga
Figurino: Paulo Adriane
Trilha Sonora: Glau Barros
Fotografia: Aline Macedo e Ítala Isis
Produção: Renata Becker
Elenco:
Glau Barros
Juliano Bitencourt
Matheus Greff
Paulo Adriane
Wagner Padilha

Fonte: Prefeitura de Gravataí

Créditos Destaque: Aline Macedo