Vereador recebeu 12 votos dos 21 parlamentares. Foto: João Flores da Cunha/CMG
Foto: João Flores da Cunha/CMG

O vereador Alan Vieira (MDB) é o presidente da Câmara Municipal de Gravataí neste primeiro ano da nova legislatura. Ele foi eleito pelos parlamentares, no dia primeiro de janeiro. A mesa diretora para 2021 também é composta pelos vereadores Roberto Andrade (PP), como vice-presidente; Alex Peixe (PTB), no cargo de primeiro-secretário; e Marcia Becker (MDB), como segunda-secretária. Alan foi eleito para a presidência com o apoio de 12 dos 21 vereadores. Bombeiro Batista (PSD) recebeu quatro votos, e Dilamar (PDT), três. Também houve duas abstenções.

“Nosso compromisso é muito grande. Precisamos ter responsabilidade e trabalhar com a confiança que a população nos delegou na urna para debater os temas de importância para a cidade”, afirmou Alan após sua eleição. “Temos que superar nossas diferenças políticas e ideológicas para propor o ambiente político que Gravataí merece”, acrescentou. Alan está em seu terceiro mandato como vereador e vai exercer o cargo de presidente pela primeira vez. A Câmara estará em recesso legislativo durante o mês de janeiro. Nesse período, apenas reuniões extraordinárias podem ser convocadas. A primeira sessão ordinária do ano está marcada para o dia 2 de fevereiro.

Novos vereadores de Gravataí

Alan Vieira – MDB

Alex Peixe – PTB

Alison Silva – MDB

Anna Beatriz – PSD

Bino Lunardi – PDT

Bombeiro Batista – PSD

Carlos Fonseca – PSB

Claudecir Lemes – MDB

Cláudio Ávila – PSD

Clebes Mendes – MDB

Demétrio Tafras – PSDB

Dilamar – PDT

Evandro Coruja – PP

Fábio Ávila – REPUBLICANOS

Fernando Deadpool – DEM

Marcia Becker – MDB

Mario Peres – PSDB

Nadir Rocha – MDB

Paulo Silveira – PSB

Roberto Andrade – PP

Thiago De Leon – PDT

Recursos economizados

A Câmara de Gravataí devolveu mais de R$ 3,9 milhões para o município em 2020. A quantia é relativa a recursos públicos economizados pelo Legislativo ao longo do ano. O total de recursos devolvidos foi de R$ 3.913.083,91, valor que poderá ser utilizado pela Prefeitura em áreas como saúde, educação, segurança e nos demais serviços prestados pelo município.