Confira as dicas de Andréia Gasparoni, colunista de Moda da Revista Evidência:

Identificar nossa paleta vai além de harmonização com nosso tom de pele, olhos e cabelos, para que a gente passe uma imagem mais saudável, com vitalidade e alegria. Isso tudo é muito importante na construção da imagem, mas a importância das cores atinge nossa marca pessoal, que é nosso posicionamento de mercado, os atributos que vêm à mente das pessoas quando se lembram de nós.

Imagem: Usefashion

E a cor é um símbolo muito poderoso para nos ajudar nesta tarefa, pois direciona o pensamento das pessoas para que lembrem exatamente o que desejamos. Por exemplo, imagine uma pessoa na rua vestida toda de branco, com certeza, o que virá à sua mente é: médica, esteticista, dentista, todas as profissões relacionadas à saúde. Se a mesma pessoa estivesse com um look colorido, com combinações inusitadas, mas lindíssimas, logo irá pensar que ela trabalha com moda, arquitetura, publicidade, ou seja, tudo que estiver ligado à criatividade.

O poder das cores na construção da identidade visual, a força que tem de comunicar tanto sem falar nada. Por isso é tão importante refletir sobre o que desejamos comunicar, saber quais são os objetivos, pessoais ou profissionais, para decidir conscientemente quais combinações de cores deveremos usar para nos posicionarmos corretamente e assim construirmos uma marca forte.

Isso vale para o feed do Instagram também, para nosso material gráfico, cartão de visita, site, tudo que estiver nos representando precisa estar de acordo com o que desejamos transmitir ao mundo. Basta investirmos um tempinho na estética de tudo que estiver relacionado à nossa imagem.