Joice Michels destaca que o trabalho dos conselheiros tutelares é extremamente importante. Foto: Giulliano Pacheco

No dia seis de outubro foram eleitos os conselheiros tutelares para a gestão 2020-2023. “O conselheiro tutelar é muito importante porque é quem vai estar em cada região da comunidade ouvindo o cidadão que tiver alguma demanda relacionada à violação de direito, por exemplo, na área de educação, saúde ou mesmo situações em que uma criança esteja sofrendo abuso ou maus-tratos”, explica a secretária substituta da Família, Cidadania e Assistência Social (SMFCAS), Joice Michels. Os dez candidatos mais votados serão os membros titulares do Conselho Tutelar de Gravataí, se não houver recurso a ser interposto. Os demais serão suplentes, assumindo as vagas que surgirem. Desta forma, foram eleitos Greicy Kelli (1453 votos), Deize Costa (1218 votos), Sonia Rahts (1112 votos), Cristiane Moreira (1024 votos), Liége do Santa Rita (966 votos), Tatiana Saldanha (909 votos), Paulão do Conselho (901 votos), Daiane Ferreira dos Santos (889 votos), Iris Cristiane da Silva (873 votos) e Adriana Machado dos Santos Neves (847 votos).

Fonte: Prefeitura de Gravataí